RSS

Fly

Uma música que tenho ouvido muito nos últimos dias e que tem algumas coisas a ver comigo.

Interpretada por Wanessa Camargo e Ja Rule (parceria que jamais imaginei que existiria), Fly foi lançada como single de um CD que ainda está para sair. O clipe foi gravado no Rio de Janeiro.

 
2 Comentários

Publicado por em 05/18/2009 em Música

 

Tags: ,

Pedido

tempo Olá leitores do meu blog. Como vocês já devem ter percebido ando um pouco ausente do meu blog e gostaria de esclarecer o porque e fazer um pedido.

Esse é o último ano do meu curso de graduação, em Biblioteconomia, e devido a isso estou com algumas coisas super importantes à fazer: Projeto de TCC, Relatório de estágio e 2 Trabalhos de Conclusão de Disciplina. Essas coisas da faculdade têm tomada todas os meus momentos livre, normalmente tenho ido dormir às 2hs da madrugada, sendo que acordo 6h20 para trabalhar. Esse é o motivo de ausência no meu blog, porque quando paro para pensar e escrever algo são nesses trabalhos que tenho me dedicado.

No entanto não irei abandoná-los, é aí que vem o pedido. Vou trazer ao meu blog músicas, como sempre, e textos interessantes e que tenham a ver com o tema proposto por esse blog, porém os texto não serão de autoria minha. Eu continuarei a fazer pequenos comentários sobre ele, como tenho feito nos últimos posts. Gostaria que vocês continuassem a passar por aqui e me descupassem essa ausência. Prometo que assim que tiver mais aliviada volto a escrever coisas de autoria minha por aqui.

Obrigada pela compreensão de você e sejam sempre bem vindos.

 
1 comentário

Publicado por em 05/17/2009 em Assuntos aleatórios

 

Tags: ,

Carreira em evolução

carreira Hoje li um artigo muito interessante sobre carreira no Boletim Online da HSM e gostaria de compartilhar com vocês. O artigo traz uma pequena reflexão e histórico de como as carreiras eram e são tratas.

Assumir a responsabilidade pela sua carreira ou apenas deixar a empresa decidir sua trajetória profissional?
Você é aquela pessoa que percebe a sua carreira como responsabilidade exclusiva da empresa? Acredita que sua ascensão é uma questão de sorte, ou seja, estar no lugar certo na hora certa? Ou assume a responsabilidade pelo seu plano de carreira, prepara-se, tem consciência que pode fazer escolhas e investir por conta própria no seu desenvolvimento?

Evolução
No passado, a carreira de uma pessoa tinha como característica “vida na empresa”, quanto mais tempo você trabalhava na mesma empresa, mais você era remunerado e, normalmente, as possibilidades de ascensão eram verticais. Sendo assim, as empresas eram responsáveis pela carreira dos seus empregados.

Na década de 80, a descrição de cargos vira moda nas grandes empresas com o objetivo de promover planos de carreira aos seus colaboradores. Mas, como nem todos desejavam e tinham aptidão para assumir um cargo de chefia, surge a carreira em Y que dá opção de seguir dois caminhos diferentes, ser promovido para um cargo de chefia ou tornar-se um especialista.

Com a globalização, o advento das novas tecnologias e as mudanças incessantes e constantes que vêm afetando o ambiente empresarial desde a década de 90, surge a necessidade de adaptação a tais fatores por parte das empresas e dos profissionais. Diante disso, o lema vira “empregabilidade”, palavra que vem do inglês employability e significa o conjunto de conhecimentos, habilidades e comportamentos que tornam um profissional preparado e importante não apenas para a empresa em que atua, mas para qualquer companhia que tenha a necessidade de contratá-lo.

E hoje?
Atualmente, quem compete no mercado de trabalho investe mais por conta própria na formação, negocia seu talento com mais desenvoltura e assume total responsabilidade pela pelo seu plano de carreira independentemente da empresa em que trabalha. Esta é a aplicação, na prática, do conceito de carreira sem fronteiras, descrito há alguns anos pelo professor britânico Michael Arthur.

Invista no autoconhecimento
A parte mais importante, desafiante e constante no desenvolvimento profissional é, sem dúvida, conhecer a si mesmo, reconhecer os seus valores e ter clareza dos seus talentos. Caso contrário, pode cair em armadilhas quando se executa um trabalho que demanda pouco dos pontos fortes e muito dos pontos fracos, perder o foco e ter uma visão limitada das possibilidades que surgem devido a uma insegurança de quem não se reconhece.

Explore todas as oportunidades
Boa parte das pessoas, ainda, limita-se a orientar as suas carreiras apenas considerando o organograma e plano de cargos e salários da empresa em que atua. Procure explorar oportunidades dentro e fora da empresa, em busca de tendências e de opções alinhadas com seus objetivos.

Seja estrategista e crie objetivos que dependam de você
É imprescindível ter metas definidas com prazos para serem alcançadas. Porém, tome cuidado ao definir que em 3 anos você tem como objetivo alcançar o cargo X, pois esse é um referencial externo que depende de terceiros e você corre o risco de se frustrar. Sugiro que tenha como objetivo principal algo que dependa única e exclusivamente de você. Responda a pergunta: “Como posso estar mais realizado profissionalmente daqui a 2, 5 ou 10 anos?”. Em seguida, trace objetivos secundários que, neste caso, podem estar relacionados a assumir a liderança da equipe y na empresa A.

Foque na ação para alcançar a realização
Os objetivos definidos serão possivelmente alcançados quando você traçar um plano de ação consistente. Crie mini metas para serem alcançadas e especifique quais serão os indicadores de sucesso. Para isso, responda a pergunta: Como saberei que estou alcançando meus objetivos na carreira?

Monitore, comemore e mude se for preciso
Revise, constantemente, o seu plano de carreira verificando se os indicadores de sucesso estão sendo alcançados e, em caso positivo, comemore. Esteja aberto aos resultados e se for preciso mude.

Por Carlos Cruz (coach executivo e de equipes, conferencista em desenvolvimento humano e diretor da UP Treinamentos & Consultoria. Website: www.carloscruz.com.br)

 
Deixe um comentário

Publicado por em 05/12/2009 em Carreira

 

Tags: ,

Tri campeão pela quinta vez e tri vice pela segunda vez!

Hoje o dia amanheceu, para mim e para mais de 35 milhões de torcedores, vermelho e preto. O sol, embora entre muitas nuvens em Floripa, brilhou mais caloroso, mais aconchegante! Pela quinta vez na história do campeonato carioca o Flamengo é tri campeão, o único a alcançar essa marca, e o clube com o maior número desse título conquistado, 31.

Ontem, depois de tanto sofrimento, pudemos comemorar mais uma conquista, cheio de personagens incríveis, como o goleiro Bruno e o volante Kléberson. Aos botafoguenses resta o agradecimento, vocês fizeram mais de 35 milhões de pessoas felizes ontem, pelo terceiro ano consecutivo. Pela segunda vez vocês são tri vice. ;P

Aqui gostaria de registrar minha felicidade, propiciada por uma de minhas maiores paixões.

Cobanças de pênalti, final Carioca 2009

 

Música cantada pelo melhor coral de todos
 
2 Comentários

Publicado por em 05/04/2009 em Música

 

Tags: ,

Inteligência

competitive intelligence Ultimamente tenho pensado que preciso voltar a escrever aqui no blog, mas não qualquer coisa ou simplesmente “jogar” uma informação e deixar que todos comentem algo que eu nem pensei muito sobre, algo que postei por postar.

Penso todos os dias comigo: “preciso escrever algo inteligente, que volte a movimentar o meu blog e que as pessoas continuem gostando do que estavam lendo!”.

Porém como escrever algo aqui, relevante e interessante, utilizando meus carregados neurônios e meu pequeno tempo de produção se tenho um TCC batendo na minha porta e eu estou gritando “já vou” a alguns dias?!

Mesmo assim resolvi tirar essa noite para fazer isso! Algo do tipo: preciso desabafar, não dá mais para adiar! Aí fiquei dizendo a mim mesma: “algo inteligente, algo inteligente, pensa, pensa, pensa!!” Aí pensei “inteligência” esse é o assunto desse post!

Explico: inteligência é a coisa que eu mais tenho pensado nesses últimos dois meses devido ao meu TCC, mas não qualquer inteligência, a Inteligência Competitiva. Algo, que além de tema da minha monografia, é meu trabalho, meu dia-a-dia, assunto que tenho levado para o mundo real dos bibliotecários em palestras e eventos que tenho participado. É interessante ver como coisas do nosso cotidiano se tornam tão simples para nós, que somente quando falamos com alguém que não vive essa realidade nos damos conta de que é algo complexo.

Foi exatamente isso que Leila Ramos (bibliotecária e coordenadora de pesquisas da Knowtec) e eu percebemos nesta segunda-feira, 14/04/2009, ao palestramos para a turma do curso de Especialização em Administração de Unidades de Informação, da UDESC, durante a disciplina de Inteligência Competitiva. Levamos para a sala de aula como o bibliotecário pode atuar nesse contexto e, diga-se de passagem, pode fazer tudo que está previsto para se fazer em um processo de Inteligência Competitiva (IC).

Bom, mas primeiramente o que é IC, você pode estar se perguntando? Lá na Knowtec, nosso gerente Giancarlo costuma resumir IC em outras duas palavras: Saber antes. É você preparar e amparar os decisores da sua empresa para tomar as mais diversas decisões dentro da empresa, essas decisões podem ser sobre os fornecedores, os concorrentes ou até mesmo sobre os produtos. A idéia é que esse “subsídio” seja anterior a qualquer acontecimento, agir, saber antes que se seus concorrentes saibam.

Os processos de IC seguem basicamente um ciclo com 5 etapas, dependendo do autor, sendo elas: planejar, coletar, analisar, disseminar e avaliar. Para os bibliotecários esse ciclo se parece com o de disseminação seletiva da informação ou até mesmo o de gestão da informação. Por isso, pode-se, afirmar que o bibliotecário está apto a atuar nas etapas dos processos de IC.

Em um próximo post, me cobrem isso, falarei sobre a atuação desse profissional em cada uma das etapas do clico de IC.

 
 

Tags: ,

Música depois de mais de um mês

Como faz tempo que não escrevo nada e mais tempo ainda que não trago nehuma música para o blog resolvi fazer isso hoje.

Ultimamente não tenho escrito aqui no blog porque estou a escrver em outro lugar, no meu TCC. Todavia falarei dele outro dia, mas já adianto que tenho muitas espectativas positivas para depois de seu termino. Já adianto que o tema será Inteligência Competitiva. Assunto no qual ainda não escrevi a respeito no blog, mas prometo que escreverei.

Hoje não vim postar nada intelectual, não estou com cabeça para tal. Vim inserir uma das duas músicas que tenho escutado muuuito no meu player (várias vezes ao dia e várias vezes seguidas), a outra coloco em breve. A música de hoje é da cantora P!nk, Sober.

 
1 comentário

Publicado por em 04/09/2009 em Música

 

Tags: ,

Blog sobre livros

De cabeceira Nossa gente, gostei tanto dessa coisa de blog e de colaboração que juntamente com mais outros 7 amigos criamos um blog colaborativo.

O assunto? Livros! É, isso mesmo, vamos escrever sobre livros. Livros que lemos e gostamos, livros que lemos e não gostamos (as vezes nem chegando ao fim), livros que ainda estamos lendo e por aí vai…

Quem somos? Somos os Dedinhos!

Quer saber mais? Entre e confira.

Ah! O nome do blog eu posso dizer, né?! Não, melhor não, fica o suspense!

 
5 Comentários

Publicado por em 03/31/2009 em Assuntos aleatórios

 

Tags: ,